Água e Esgoto

Julinho Lopes discute pacto para conservar nascentes durante Fórum do Corumbataí

A quarta reunião do Fórum Permanente em Defesa do Rio Corumbataí, nesta quarta-feira (30), na Câmara de Charqueada, contou com a apresentação do Projeto ‘Nascentes’, desenvolvido pela Casa da Agricultura de Charqueada e a CATI (Coordenadoria de Assistência Técnica Integral), Regional de Piracicaba. O objetivo é envolver produtores rurais em um programa para recuperação e preservação dos córregos Água Branca e Boa Vista.

A execução do projeto depende da adesão dos proprietários. Cada propriedade terá um projeto individual, sem custo aos proprietários. Segundo Melissa Sampaio, que atua na Casa da Agricultura de Charqueada, além do reflorestamento, serão desenvolvidas ações para conservação da água, infiltração de solo, recuperação de estradas, fossas biodigestoras e cerca para o gado não invadir áreas de reflorestamento.

Julinho Lopes, vice-presidente da Câmara de Rio Claro e presidente do Conselho Fiscal do Consórcio PCJ, externou sua preocupação com as nascentes localizadas na zona rural.  “O proprietário do imóvel rural não pode ser o único responsável pela manutenção das nascentes. Temos que desenvolver mecanismos de apoio e orientação técnica, mas essa responsabilidade deve ser compartilhada entre os poderes instituídos, já que demanda recursos”, explicou o vereador.

O parlamentar também defendeu a troca de informações e a formalização de parcerias. “Em muitos casos, os proprietários não sabem por que estão sendo multados. Com a orientação adequada, o dinheiro que seria pago na multa, poderia ser revertido na manutenção da área”, explicou o vereador Julinho Lopes. “A experiência aqui relatada demonstra que o apoio e a orientação adequada são fundamentais”, completou.

O vereador também reiterou o desejo de parceria entre a CATI e o município de Rio Claro. “Irei encaminhar esta solicitação ao prefeito municipal e aproveitar a experiência deste órgão Estadual no desenvolvimento rural sustentável”, concluiu Julinho Lopes.

Julinho Lopes durante sua fala no Fórum Permanente de Defesa do Rio Corumbataí.

“É um motivo de muita satisfação e orgulho ver o trabalho que estão desenvolvendo para a preservação das nascentes”, disse José Aparecido Longatto (PSDB), vereador e criador do Fórum Permanente em Defesa do Rio Corumbataí, mas adverte a importância da conservação ambiental em toda a bacia. “Todas as cidades próximas às nascentes devem ter essa consciência”, disse o parlamentar.

A reunião do Fórum Permanente em Defesa do Rio Corumbataí também contou com vereadores e representantes das cidades de Corumbataí: Henrique Macedo Neto e Vera Aparecida Altarúgio; Waldemar Bóbbo – Presidente do IPSA – Instituto de Proteção Sócio Ambiental da Bacia Hidrográfica do Rio Corumbataí – SP; vice-prefeito de Santa Gertrudes, Glalson Chamon; vereadora Elisabete Oliveira da Silva – Itirapina; Leonardo Lucas Baumgratz – Agência das Bacias PCJ, Antonio Cezário Longatto – Presidente da Oecco (Organização Ecológica Cultural Corumbataí) e Rubens Françoso, presidente do Semae (Serviço Municipal de Água e Esgoto) de Piracicaba.

Galeria de Imagens

Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo