Notícias

Parque Municipal Ambiental na região do bairro Mãe Preta ganha força com ação de Júlio Lopes

Área extensa localizada na Rua 17, bairro Vila Verde, atrás da empresa Whirpool, na região do Mãe Preta, está na pauta de trabalho de Júlio Lopes. No local, que conta com grande erosão, inúmeras espécies de árvores nativas, o vereador defende investimentos que possam viabilizar a implantação do Parque Municipal Ambiental.

“A construção do Pólo Municipal de Educação Ambiental faz parte das diretivas do projeto Município Verde e Azul da Secretaria Estadual do Meio Ambiente”, comenta Júlio Lopes esteve no local, anteriormente, com a vice-prefeita e hoje titular da pasta municipal do Meio Ambiente, Olga Salomão e com o ex-secretário Milton Luz.

Na avaliação do vereador, o Parque Municipal Ambiental vai inicialmente coibir o despejo na área de resíduos da construção civil e lixo doméstico que atualmente causam o assoreamento das nascentes e do Córrego Cachoeirinha.

Para Júlio Lopes, o Parque Ambiental também será destinado à realização de cursos, treinamentos e atividades para a formação de educadores ambientais cuja meta é instruir professores, estudantes e líderes comunitários para agir, divulgar conhecimentos e também incentivar ações de preservação ambiental.

Na avaliação do parlamentar, que recentemente realizou expedição para averiguar as condições do Rio Corumbataí, a defesa e a preservação do meio ambiente precisam estar na pauta prioritária do município. “Esta extensa área localizada nos bairros Vila Verde/Mãe Preta é de conhecimento de poucos. Podemos, seja com recursos próprios ou com parcerias com os governos estadual e federal, transformar este local em um polo de estudos e lazer”, apontou Júlio Lopes que verificar que a localidade já conta com campo de futebol que necessita de pequenas melhorias para que a comunidade daquela região bem como esportivas de outros bairros da cidade possa utilizá-lo de forma adequada.

A implantação do Parque Ambiental Municipal é defendida por Júlio Lopes desde setembro de 2009. O assunto que agrada muito as famílias que residem na região do bairro Mãe Preta teve repercussão no Sepladema que em março de 2011 respondeu requerimento da seguinte forma: “O projeto de implantação do Parque Municipal Ambiental Mãe Preta, constante do Plano Diretor de Rio Claro, está sendo elaborado: demarcação da área, estudo do potencial, contato com os proprietários, etc., para se ocupar, recuperar, preservar e produzir trabalho de educação ambiental. Na implantação do Parque será desenvolvido o Plano de Manejo. O assunto está sendo tratado junto ao Processo Administrativo número 13.282-2010. Será necessário ainda buscar verba para desenvolver parte do projeto, pois trata-se de uma intervenção de grande porte na cidade”.

Nesta semana, Júlio Lopes esteve com representantes da Sepladema no local onde verificou que o passo a passo o projeto está avançando. “Conforme informação dos gestores públicos, estamos diante de um trabalho que vai colocar a cidade em uma nova rota no que diz respeito a preservação ambiental. É preciso unir forças para buscar os recursos necessários de forma que a área hoje abandonada e tomada pelo lixo possa se tornar um cartão postal da nossa cidade”, finaliza.

DSC09045 DSC09051 DSC09052 DSC09059 DSC09066 DSC09074 DSC09079 DSC09084

 

Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo