Animais

Objetivando proteção à fauna, Governo de São Paulo lança pacote de ações e Julinho Lopes projeta viabilização em Rio Claro

Na última quinta-feira (29), no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) e o secretário estadual do Meio Ambiente, Maurício Brusadin, anunciaram o Dia de Proteção Animal. Trata-se de um conjunto de ações voltadas à proteção animal e que englobam a fauna silvestre, além de animais domésticos e domesticados. Na oportunidade, o vereador Julinho Lopes (Progressistas), em companhia do prefeito João Teixeira Júnior, o Juninho da Padaria (Democratas), e do deputado federal Guilherme Mussi (Progressistas), acompanhou a cerimônia.

As iniciativas divulgadas evolvem abandono de animais, controle populacional, identificação de cães e gatos, atropelamento de animais em rodovias, manejo de animais, além de maus-tratos.

Dentre as ações, o Programa Ninhos, embasado no Programa Nascentes, de restauração ecológica, cujo propósito é otimizar, bem como direcionar recursos advindos de obrigações ambientais ou aderência voluntária para a execução de projetos direcionados à proteção e também ao manejo de fauna silvestre, amparando diretamente os empreendimentos de uso e manejo de fauna silvestre, públicos ou privados, sem que haja fins comerciais ou amadores.

O vereador Julinho Lopes, ao lado do deputado federal Guilherme Mussi, do governador Geraldo Alckmin, do secretário do Meio Ambiente, Maurício Brusadin, e do prefeito Juninho da Padaria

Uma das iniciativas de maior destaque, o abandono de animais em rodovias e parques foi exposto na ocasião. A Secretaria do Meio Ambiente (SMA) idealizou a campanha intitulada Tutor Responsável, que conta com o amparo das concessionárias paulistas, no caso, a Artesp e o DER, que irão auxiliar com mensagens alusivas à importância da guarda responsável nos painéis digitais das rodovias. Também irão fazer propagar em seus espaços públicos de circulação a CPTM, o Metrô e a EMTU.

Demais iniciativas, como às voltadas ao controle populacional e à identificação de cães e gatos no entorno de unidades de conservação e com prefeituras, também foram lançadas na oportunidade. Com a assinatura de uma resolução, houve, do mesmo modo, a regulamentação quanto ao manejo da fauna silvestre em vida livre, e a concretização de parcerias com instituições acadêmicas e ONGs acerca da guarda responsável visando à divulgação de informações e projetos de pesquisa indicativos à fauna doméstica e domesticada.

A secretaria, quando da oportunidade, apresentou, também, anteprojeto de lei que dispõe sobre as infrações administrativas contra a fauna doméstica ou domesticada, institui o cadastro geral e promove as políticas públicas para conscientização da guarda responsável. Encontra-se em consulta pública pelos próximos 30 dias.

“São iniciativas elogiáveis e fundamentais. Este pacote de ações lançado pelo governador Geraldo Alckmin e pelo secretário Maurício Brusadin é algo sem precedentes em prol da fauna”, destacou o vereador Julinho Lopes, que pretende fazer com que essas ações possam ser desenvolvidas também em Rio Claro, conforme pedido de Brusadin.

Geraldo Alckmin e Maurício Brusadin no momento do anúncio das iniciativas voltadas à proteção animal e que englobam a fauna silvestre, além de animais domésticos e domesticados

O governador Geraldo Alckmin, aproveitando o ensejo, assinou, quando da ocasião, o decreto que cria uma unidade de conservação de proteção integral, no caso, o Parque Estadual Águas da Billings, situado entre São Bernardo e Santo André.

A unidade vai contribuir para preservação da área de manancial, uma vez que em sua área de abrangência há uma estação de captação de água, responsável pelo abastecimento da região do ABC e parte da capital paulista.

Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo