Notícias

Moradores alertam sobre estragos feitos por erosão em obra no córrego Olinda

Sem guias, sarjetas ou calçadas, o cruzamento das avenidas M-39 e Avenida Joaquim Barbosa com o córrego Olinda, no Parque São Jorge, está tomado por processo erosivo que compromete a tranquilidade dos moradores em relação à segurança de suas casas.

Obra incompleta de canalização apresenta problemas de escoamento que deram origem à erosão. O terreno exposto é progressivamente consumido pelas águas a cada chuva. A preocupação dos moradores é que se a situação não for resolvida com urgência, os problemas só aumentarão.

Em vistoria no local, o vereador Julinho Lopes aponta que a solução é refazer as galerias e elevar as alas de saída para servirem de muro de arrimo em novo aterramento da área.

Segundo ele, o traçado da rua poderia ser refeito para facilitar o trânsito, com passagem sobre a área comprometida, que ainda depende de guias, sarjetas e calçadas.

Ele explica que o problema decorre de obra recente que acabou prejudicada por falta de escoamento. “Ficaram quatro ou cinco dias depositando terra para fazer o aterramento e em pouco tempo a erosão passou a tomar conta; se não tomarem as medidas com urgência logo as ruas vizinhas serão atingidas levando risco para as casas da vizinhança”, analisa o vereador.

[nggallery id=109]

Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo