Desenvolvimento Econômico

Inaugurada Delegacia Eletrônica em Limeira

10313490_667000710060393_2256664851004438798_n 10377007_667000993393698_1891189576412942009_n 10402541_667000853393712_8098581724173701587_n 10488147_667000903393707_1460025515869484620_n 10580271_667000550060409_7803119754655829518_n

A Prefeitura de Limeira inaugurou nesta quarta-feira, 16 de julho, a Delegacia Eletrônica, que começa a funcionar na antiga Estação Ferroviária. O local terá três terminais para possibilitar o registro de Boletins de Ocorrência Eletrônicos e guardas-civis municipais para auxiliar a população. A iniciativa é inédita no Estado de São Paulo e fruto de uma parceria entre a Administração Municipal e a Polícia Civil. O objetivo é melhorar o atendimento ao cidadão e ajudar a desafogar as delegacias de polícia.

Segundo Hadich, a iniciativa em criar a Delegacia Eletrônica surgiu pela necessidade de melhorar o atendimento à população, já que nem todos os cidadãos possuem internet ou conhecimentos suficientes de informática para usar o sistema.
ATENDIMENTO

Um dos diferenciais da Delegacia Eletrônica é que, além do funcionamento 24 horas, haverá sempre um GCM para prestar auxílio. Também serão feitas orientações sobre os BOs que podem ser registrados no local e encaminhamentos necessários. Ao todo, oito guardas-civis municipais receberam treinamento da Polícia Civil para realizar o trabalho.
Conforme Faria, outra vantagem da Delegacia Eletrônica será a facilidade ao cidadão, que poderá ser atendido de forma mais rápida. O delegado estima que em torno de 70% das ocorrências registradas nas unidades policiais sejam de menor potencial ofensivo, ou seja, de crimes com pena até dois anos de prisão, com a maioria dos BOs podendo ser elaborada na própria Delegacia Eletrônica. “Este novo trabalho vai permitir que aqueles que forem até a delegacia tenham um atendimento ainda mais humanizado e tenho certeza que esse modelo poderá ser levado a outros municípios.”
FUNCIONAMENTO

A população poderá elaborar 12 tipos de ocorrências na Delegacia Eletrônica. São elas: desaparecimento de pessoa; roubo/furto de veículo; ameaça; roubo em que não haja danos e/ou vítima de lesão corporal e morte; furto ou perda de documentos; furto ou perda de celular; furto ou perda de placa de veículo; encontro de pessoa desaparecida; injúria, calúnia ou difamação; e casos de acidente de trânsito sem vítima.
Quem usar o serviço deve ter ainda um e-mail. Caso não possua, será orientado pelo próprio GCM a criar um endereço eletrônico. Os casos registrados são encaminhados às delegacias de polícia das áreas onde ocorreram os fatos.

Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo