Notícias

Inauguração CRAS Independência e Centro Comunitário Beija-Flor

  

Comunidade do Cervezão festeja inauguração de CRAS e Centro Comunitário

Mais de 300 pessoas participaram, no último sábado (12), da festa oferecida pela Prefeitura de Rio Claro, por meio da Secretaria Municipal de Ação Social, em comemoração à inauguração das novas dependências do Centro de Referência de Assistência Social – CRAS Região Jardim Independência e do Centro Comunitário Integrado Beija-Flor, situadas na Rua M7 nº 490.         Autoridades e convidados foram recepcionados ao som da Banda União dos Artistas Ferroviários de Rio Claro e, apesar da chuva, o evento foi bastante descontraído. Teve apresentação do grupo de terceira idade Beija-Flor, comércio solidário na Feira Popular, participação das crianças nas brincadeiras oferecidas pela Secretaria de Esportes, guloseimas servidas a todos os presentes pela Secretaria de Ação Social e show sertanejo proporcionado pelo CMI Beija-Flor.         Para a secretária municipal de Ação Social Luci Helena Wendel Ferreira, este foi um momento ímpar na história daquela comunidade: “Além de amplo espaço no CRAS para um atendimento mais humanizado às famílias da região do Grande Cervezão, concluímos o salão que o Centro Comunitário tanto necessitava para seus eventos e reuniões, entregando à Associação de Moradores e Amigos do Bairro Beija-Flor a cessão de uso das instalações por quatro anos, o que incentivará mais atividades como a Feira Popular”.         A vice-prefeita Olga Lopes Salomão parabenizou os organizadores e os grupos ali presentes pela garra, energia e coragem de lutar pela comunidade. Falou da união que faz a força e exemplificou: “Muitos chamam os políticos de idiotas, mas é o contrário. Na Grécia, idiota é aquele que luta só por ele. Político, no entanto, é aquele que se junta à comunidade para defender o direito de todos”.         Já o prefeito Du Altimari declarou-se feliz com as inaugurações: “Acompanhei cada passo do crescimento deste bairro. Foi aqui na Zona Norte que Olga e eu tivemos importante quando disputamos a prefeitura, em 2008, o que justifica nosso maior carinho por todas as pessoas daqui, levando-nos a buscar melhorias para esta comunidade que confiou em nós”.         Du Altimari citou alguns exemplos de conquistas para aquela região, dentre elas a substituição do lixão por um ecoponto na entrada do bairro, a construção de uma creche que foi retomada depois de sanado o problema com a empreiteira e a construção da Escola Sueli Marins, no Jardim Progresso, dentre outras.         Na oportunidade, o prefeito justificou a interrupção da construção do Ginásio Esportivo na Lagoa Seca pela empreiteira, informando que foi feita nova licitação, que as obras já forma reiniciadas e que a entrega do local à população está prevista para setembro.         Sobre o CRAS Independência         CRAS é uma unidade de proteção social básica do Sistema Único de Assistência Social – SUAS, que objetiva prevenir a ocorrência de situações de vulnerabilidade e riscos sociais nos territórios, por meio do desenvolvimento de potencialidades e aquisições, do fortalecimento de vínculos familiares e comunitários e da ampliação do acesso aos direitos de cidadania. Possibilita o primeiro acesso das famílias aos direitos socioassistenciais nos territórios, materializando a política de assistência social preconizada pelo SUAS.         A unidade da Região do Jardim Independência tem 5.000 famílias referenciadas e atende, em média, 1.400 famílias por ano. Oferece o Serviço de Proteção e Atendimento Integral às Famílias e o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, voltados às famílias que apresentam situações de vulnerabilidade e que requerem a proteção de assistência social para garantia de seus direitos socioassistenciais.         O Serviço de Proteção e Atendimento Integral às Famílias compreende as seguintes ações: Acolhida (Recepção no CRAS, Entrevista, Visita Domiciliar); Acompanhamento Familiar (Serviços Socioeducativos para Famílias, Atendimento Individualizado às Famílias, Atendimento Domiciliar); Atividades Coletivas e Comunitárias (Reuniões de Planejamento Participativas, Palestras, Campanhas Socioeducativas, Eventos Comunitários); Encaminhamento com acompanhamento, para benefícios e serviços socioassistenciais ou para as demais políticas setoriais; Articulação Intersetorial, reuniões com a Rede Local, Articulação e fortalecimento de grupos sociais locais; Busca Ativa (Deslocamento das equipes, Convite para participação em ações do PAIF, Articulação com profissionais de outros serviços setoriais, movimentos sociais, universidades e outras instâncias).         O Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos é realizado em grupos, organizados a partir de percursos, garantindo aquisições progressivas de seus usuários, de acordo com o seu ciclo de vida, visando complementar o trabalho social com famílias e prevenir a ocorrência de situações de risco social. Possui articulação com o Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (PAIF), garantindo a matricialidade sociofamiliar da política de Assistência Social.         O usuário tem acesso aos serviços por encaminhamento de outros serviços da Rede, por meio da Busca Ativa por parte da Equipe do CRAS, por indicação de amigos e vizinhos ou procura espontânea.       Mais informações podem ser obtidas pelo tel. 3535-4558 ou 3532-6991.         Sobre o Centro Comunitário Integrado Beija-Flor         O Centro Comunitário Integrado Beija-Flor foi iniciativa de Grupos Comunitários da Igreja Católica, inserida no Orçamento Participativo do ano de 1997 e, portanto, uma conquista da comunidade, por meio da Secretaria Municipal de Ação Social.         No dia 1º de dezembro de 2002 houve o lançamento da pedra fundamental, mas o início das atividades no Centro só ocorreu em fevereiro de 2004, administradas pela Associação de Moradores e de Amigos Beija-Flor, que é composta pelos grupos que iniciaram todo o processo, em parceria com a Secretaria Municipal de Ação Social.         Em 2007, foram iniciadas as obras do Centro Comunitário Beija-Flor II, ao lado do prédio principal.  Com a conclusão da obra, as atividades do Centro Comunitário Beija Flor I passaram ser desenvolvidas no novo prédio, cedendo as dependências do Beija-Flor I para a instalação da nova sede do Centro de Referência de Assistência Social – CRAS Jardim Independência.         Abrange os bairros Vila Martins, Cervezão, Jardim Progresso, Jardim Independência, Parque São Jorge, Jardim Santa Clara, Jardim São João, Arco-Íris, Mãe Preta e Bonsucesso         As atividades do Centro Comunitário são coordenadas por uma comissão formada por representantes da Associação de Moradores do Bairro, Pastoral da Criança e grupos de Terceira Idade. Dentre as atividades desenvolvidas encontram-se as de cunho Social, Cívicas, Artesanais, com jovens, idosos e deficientes, incluindo reuniões mensais com lideranças, grupos de Terceira Idade e Pastorais.

  

Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo