Governo

Doação de área para a construção da nova sede da Acirc é destacada em lançamento da pedra fundamenta

10404282_663931560351702_4060940188956256933_n 10450175_663930997018425_8540678387461976427_n 10453362_663929923685199_2249708736479625062_n 10500527_663930870351771_8143600540812854545_n 10505393_663931613685030_7887669514194996949_n 10523198_663930577018467_3427942641403901417_n (1) 10523198_663930577018467_3427942641403901417_n

Doação de área à construção da nova sede da Acirc é destacada em lançamento da pedra fundamental

“Um momento histórico para Rio Claro”. Desta forma o presidente da Câmara Municipal de Rio Claro, Agnelo Matos resumiu a solenidade de lançamento da pedra fundamental da nova sede da Associação Comercial e Industrial de Rio Claro, a Acirc, na manhã do último sábado, 28, na antiga quadra do Bandeirantes na Rua 3 entre as Avenidas 10 e 12, no Centro.

O evento contou com as presenças do atual presidente da Acirc, Antônio Carlos Beltrame, o Secreta, o presidente de honra Manoel José Silva, o superintendente do Sebrae-SP Ivan Hussni, deputado estadual Aldo Demarchi, prefeito Du Altimari, secretários municipais e os vereadores João Zaine, Júlio Lopes, Dalberto Christofoletti e Maria do Carmo Guilherme além do presidente Agnelo.

Em sua fala, Du Altimari destacou a importância do Legislativo no processo que visa a realização da obra. “A Câmara teve participação efetiva para que pudéssemos fechar esta primeira etapa dos trabalhos”, disse o prefeito ao lembrar as dificuldades enfrentadas em seu primeiro mandato as quais foram superadas somente com a legislatura em andamento. “Sem o apoio dos atuais vereadores, não teríamos como efetivar a doação desta área para a Acirc”, frisou.

De acordo com Agnelo Matos, o assunto foi tratado com responsabilidade pelo Legislativo. Ele observou que a aprovação do projeto ocorreu com suporte jurídico do secretário Gustavo Perissinotto e procuradores jurídicos da Câmara. “Ainda há muito a ser feito para que esta obra possa ser inaugurada. Tenham a certeza que a Câmara vai continuar colaborando no que for possível”, disse o presidente.

Para Secreta, a pedra fundamental simboliza o encerramento de uma etapa importante do trabalho que tem como objetivo possibilitar à Acirc ampliar suas atividades através de estrutura física maior e moderna. “A Câmara se empenhou para a aprovação da doação da área. Em nome da entidade faço aqui agradecimento público”, assinalou.

Aldo Demarchi defendeu que a nova sede tenha um local reservado para a história. Ele salientou que a história vencedora do basquete de Rio Claro teve início na quadra do Bandeirantes. “Cumprimento a Câmara, através do presidente Agnelo, pela aprovação da doação de uma área pública e solicito à prefeitura e Acirc que preservem a memória esportiva deste local no novo prédio”, disse.

Para Ivan Hussni, a futura sede da Acirc terá o tamanho do sonho e da garra dos empresários e futuros empreendedores da cidade. “O lançamento da pedra fundamental é a parte visível do trabalho que vem de longa data. Estamos diante de um verdadeiro marco histórico à cidade”, disse.

Manoel Silva lembrou que não se trata de uma obra fácil para ser realizada. A seu ver, este projeto requer muita responsabilidade e apoio político para que possa ser concluído. “Este é um local de sucesso e vitória. Foi assim com o Bandeirantes. Será assim com a Acirc”, pontuou.

Testemunha do anseio da entidade pela construção da nova sede desde 2009, época que atuava como secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, João Zaine, recorda-se que a caminhada foi longa até o lançamento da pedra fundamental. “No primeiro ano do Governo Altimari não foi possível efetivar a doação da área por conta de embates políticos. Neste segundo mandato, com o apoio da base governista na Câmara, o sonho tornou-se realidade”, disse Zaine que atual como líder do Governo no Legislativo. “Com a nova sede o atendimento a sócios e público em geral vai melhorar. A Acirc também terá condições de ampliar suas atividades em várias frentes de trabalho”, disse Zaine.

Júlio Lopes, que atuou como diretor da Acirc por 16 anos, a nova sede vai possibilitar a unificação de diversos serviços no mesmo local. Com isso, avalia o parlamentar, a agilização dos trabalhos estará entre os principais benefícios da obra. “Para que o comércio possa se desenvolver é preciso buscar alternativas de atendimento para associados, micro e pequenos empreendedores. É nesta rota que a Acirc caminha. A Câmara, neste processo, faz a sua parte”, pontuou.

Para Maria do Carmo Guilherme apoiar entidade de importância inquestionável como a Acirc é defender a geração de empregos e aquecer a economia municipal já que o ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) é fonte de recurso vital para a saúde financeira da prefeitura. “A doação da área não esgota a participação legislativa neste processo. Trata-se de uma caminhada difícil. Vamos acompanhar de perto e ajudar sempre que possível”, disse.

Dalberto Christofoletti assinala que a Acirc, com a sua nova sede, terá condições de melhorar as condições de trabalho das pessoas que atuam no comércio e desta forma consecutivamente qualificar o atendimento ao público fortalecendo todo o sistema de vendas. “O trabalhador precisa ser o foco principal. Não existe comércio forte se o atendimento ao público não for cada vez mais qualificado”, comentou.

Solenidade para lançamento da pedra fundamental na antiga quadra do Bandeirantes

 

Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo