Educação

Sem recursos, Centro Paula Souza busca apoio para recuperar área abandonada do Chanceler

Júlio Lopes externou preocupação com o estado crítico que se encontram os blocos que formavam a antiga escola devido ao estado avançado de deterioração. Ronald Penteado salientou que a preocupação da comunidade, principalmente das famílias que moram no bairro, procede já que o local reúne todas as condições para procriação de mosquitos responsáveis por várias doenças graves, entre elas a dengue.

Júlio Lopes e Ronald Penteado com os assessores técnicos do CPS Aguinaldo Garcez e Rosângela de Lima.

Com relação à estrutura dos blocos, Aguinaldo Garcez revelou que muitos já se encontram condenados. “O CPS realizou estudo técnico no local que aponta a necessidade de demolição de alguns blocos devido ao risco de desabamento”, disse.

Quanto ao risco de doenças, a assessora Rosângela de Lima observa apenas a limpeza não resolve. “É preciso a ocupação do local para que a manutenção seja permanente”, salientou. De acordo com a CPS, o custo orçado para derrubar os blocos condenados e fazer a limpeza completa da área é muito elevado. “Não temos como disponibilizar este recurso agora”, afirmou Garcez ao frisar que a instituição busca parceria com o município para resolver a questão.

A área da antiga escola Chanceler conta com quadra poliesportiva coberta, que segundo Ronald Penteado, com reforma pode ser disponibilizada novamente à comunidade. “Muitas escolas não possuem quadras cobertas. O objetivo é firmar parceria com o CPS para que o município possa utilizar esta importante área que encontra-se abandonada”, disse o secretário.

Outro ponto observado por Júlio Lopes diz respeito a prédios alugados pela Prefeitura e falta de espaço para creches. “Esta área tem capacidade de abrigar várias repartições e departamentos públicos bem como uma creche bem equipada”, disse o parlamentar ao defender a parceria. “O município tem de caminhar neste sentido para que este problema possa ser resolvido”, acrescentou.

A assessoria técnica do CPS avaliou a possível parceria de forma positiva. Com isso, nova reunião, a curto prazo, será realizada em São Paulo também com as presenças do prefeito Juninho da Padaria e o secretário municipal da Educação Adriano Moreira.

Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo