Notícias

Parlamentar defende ação integrada das Guardas em defesa do homem do campo

Na avaliação do parlamentar, o poder público, de forma geral, precisa dar uma resposta às famílias que atualmente estão à mercê dos marginais no campo. Porém, Júlio Lopes, levando em conta a extensão territorial da zona rural de Rio Claro, faz duas ressaltavas.

Na primeira delas, o parlamentar do PP avalia como louvável a iniciativa da administração municipal em destacar uma viatura e equipe própria para o patrulhamento na zona rural. Porém, a seu ver, o investimento precisa ter sequência. “É preciso no mínimo umas seis viaturas na zona rural de Rio Claro para que a Guarda Civil Municipal tenha condições de atender aos chamados das famílias que residem no campo. Outro ponto que gostaria de destacar é que as Guardas Municipais das cidades da região precisam agir de forma integrada. Somente assim, o trabalho poderá fortalecer-se e num futuro não tão distante tornar-se vitorioso”,comenta Júlio Lopes.

Em julho deste ano, Júlio Lopes levou a discussão sobre a ação integrada das Guardas Municipais até Araras. Na ocasião, ele foi recebido pelo secretário municipal de Segurança e Defesa Civil, Milton José Triano, o qual considerou a iniciativa como um “golaço contra o crime”.

Na reunião em Araras, Júlio Lopes apresentou números alarmantes de ocorrência na zona rural. Entre os delitos: roubos de gado e tratores, tráfico de drogas, assaltos à mão armada e até homicídios. Na visão do parlamentar, a área rural vive momentos de tensão desde que foi integrada à rota do crime organizado. A vida pacata do homem do campo faz parte do passado e hoje o que se vê é a violência crescente. “Não adianta pensar em nível local, o problema tem que ser atacado em conjunto”, defende Júlio Lopes.

Em Araras, Triano, que possui ampla experiência na área de investigação policial, sinalizou para Júlio Lopes que “a base do trabalho policial está em mobilidade e acesso a informações. Para tanto, os municípios da região poderiam atuar com cadastros integrados e em operações sincronizadas”.

Na última segunda-feira, data em que o prefeito Du Altimari entregou uma viatura destinada ao patrulhamento rural, Júlio Lopes comentou: “Dentro das possibilidades precisamos elevar a frota rural. Com seis viaturas, as condições de trabalho no campo ficarão mais adequadas”, disse o parlamentar acrescentando que “a troca de informações e apoio com as Guardas das cidades vizinhas vai com certeza inibir a ação de marginais no campo”, finalizou.

 

Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo