Notícias

Iluminação em Praças contra a violência

Praça Fernando Sartori

Melhoria da segurança passa pela retomada da tradição familiar de utilizar praças, diz Julinho

“As praças de nossa cidade estão sendo ocupadas pela bandidagem porque ficaram vazias, se voltassem a ser ocupadas por pessoas de bem os desordeiros se afastariam”. A avaliação é do vereador Julinho Lopes para justificar sua cobrança por investimentos na recuperação de espaços públicos de lazer.

Segundo ele, o município precisa de um programa que valorize e torne as praças atrativas para garantir a convivência das pessoas. O vereador acentua que há décadas os espaços públicos abertos passaram a ser alvo de pichações, tornaram-se pontos de tráfico,
consumo de drogas e concentração de maus elementos.

“Isto vai ficar cada vez pior se, ao contrário de ocuparem esses locais, as pessoas de bem se afastarem, deixando espaço para a bandidagem” , alerta. Entre os motivos que levaram a tal situação, o vereador alinha a falta de iluminação, ausência de guardas e a degradação do ambiente por falta de manutenção.

O início dos trabalhos de recuperação da Praça Fernando Sartori, no Jardim Floridiana, é um bom sinal de reação, segundo o vereador. Nesta semana a prefeitura instalou no local um conjunto de luminárias, medida que atende a antiga solicitação dos moradores e foi
resolvida a partir de requerimentos de Julinho Lopes à administração municipal.

O vereador relata haver sido procurado pelos moradores e na seqüência elaborou requerimentos que foram aprovados pela Câmara Municipal. “Demorou algum tempo, mas deu certo, é um bom exemplo de trabalho conjunto, desde o bairro, ao vereador e atendido pela prefeitura, isto é mobilização”, aponta Julinho Lopes como iniciativa para
enfrentar os problemas de violência no município.

Conforme avalia, freqüentar uma praça à noite, hoje é uma atividade de risco, mas isto pode mudar a começar por investimento em boa e ampla iluminação e depois com os serviços necessários para garantir o ambiente de ordem e limpeza para a freqüência assídua de gente de bem.

Para ilustrar a importância da ocupação dos espaços públicos, Julinho Lopes recorre ao exemplo do prédio abandonado. “Um dia atiram uma pedra para quebrar vidro, como ninguém reage, amanhã atiram outras e mais. Ao final, tudo acaba pichado, cheio de lixo e
torna-se ponto de tráfico”, enfatiza.

“Nossa expectativa é que os trabalhos prossigam e que os moradores se sintam seguros para ocupar a área e que, com sua freqüência, afastem naturalmente os maus elementos”, acrescenta.

Para finalizar, o vereador completa, “quando todas as praças estiverem limpas e iluminadas, os moradores terão um ponto de observação em cada bairro, o que irá contribuir para a melhoria geral da segurança na cidade”.

 

Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo