Meio Ambiente

Consórcio PCJ elabora plano anticrise

small_25062014-6

O Consórcio PCJ promove nesta quarta-feira (25/06) com as empresas consorciadas na Petrobras/ Replan em Paulínia, e quinta-feira (26/06) na sede da entidade em Americana com os municípios consorciados, encontros técnicos para debater a crise hídrica e discutir planos de contingência para o pico da estiagem que acontecerá entre os meses de julho e setembro.

A consultora Rosana Garjulli vai apresentar experiências realizadas no Ceará na “alocação de água no semiárido” e o professor doutor da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), Antonio Carlos Zuffo, realiza apresentação sobre a situação do Sistema Cantareira e a escassez hídrica nas Bacias PCJ e do Alto Tietê.

A equipe técnica do Consórcio PCJ explanará sobre a possibilidade de “Cooperação entre os associados e proposta de uso intercalado de recursos hídricos por setor (industrial, urbano e agrícola)”.

O Consórcio PCJ vem acompanhando o comportamento das chuvas e a disponibilidade hídrica na região. Há uma preocupação quanto ao estresse hídrico nos rios da região que possa comprometer o abastecimento.

Desde dezembro de 2013, a entidade vem emitindo alertas sobre a disponibilidade hídrica nas bacias PCJ para municípios e empresas, tanto da região como da bacia do Alto Tietê, onde está a Grande São Paulo, além de informar os órgãos gestores do Sistema Cantareira.

As bacias PCJ estão passando por um fenômeno climático extremo sem chuvas para garantir o abastecimento público, industrial e rural da região.

Prova disso é que desde o início do ano choveu 300 milímetros a menos do que a média histórica e a vazão de água que entra no Cantareira foi 60% menor que a média histórica para o período. Isso mostra que as chuvas não estão sendo suficientes para amenizar a estiagem.

Em Piracicaba, choveu no mês de maio apenas 36 milímetros, 37% a menos que a média esperada para o mês, de 58 milímetros.

Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo